Acampar no Peru: Quais lugares conhecer

Quer acampar no Peru, mas não sabe onde ficar, quais lugares visitar ou mesmo o que fazer? Aqui temos algumas dicas, vem conferir.

Ah, Peru. Um destino que surpreende viajantes. Cidade perdida, montanha com listras coloridas e achados arqueológicos. Estes são alguns dos motivos pelos quais acreditamos que esse país merece uma chance. E apesar de não muito conhecidos, há vários campings e estacionamentos espalhados por todo o país. Então, sem mais delongas, vamos descobrir onde acampar no Peru para conhecer o que ele tem de melhor.

Machu Picchu, uma das 7 maravilhas do mundo moderno

De forma geral, o estilo de camping no Peru é mais rústico. Você não encontrará muita estrutura ou alguns serviços como energia e wi-fi, por exemplo. Então, mesmo que seja um país surpreendente, é bom você ir preparado para acampar de forma mais seca ou selvagem. Nós falamos sobre alguns estilos de camping aqui.

Até para mochileiros as opções são bem rústicas. No entanto, consideramos isto uma oportunidade de aprendizado. Talvez você descubra que uma bela vista para as águas azuis das montanhas e um abrigo quentinho sejam suficientes para colocar um sorriso no rosto. Talvez.

Machu Picchu

Primeiro, deveríamos começar por Machu Picchu, já que é uma das sete maravilhas do mundo moderno e assim, a maioria vai só para conhecê-la. Contudo, vamos logo te avisando que para alguns, Machu Picchu não é o que Peru tem de melhor. Ficou curioso para descobrir qual seria o lugar no topo da lista, não é? É só continuar lendo.

Machu Picchu só pode ser acessada por trem ou pelas trilhas Inca. E esta segunda opção, que provavelmente é a que mais te atrai, só deve ser escolhida por quem está em boas condições físicas. 

Não é possível acampar em Machu Picchu, mas há opções de acampamentos por perto. Isto é, acampamentos que fazem parte do trajeto que você fará ao contratar o pacote do passeio.

Machu Picchu de um ângulo diferente

Camping da Trilha Inca para Machu Picchu

Este acampamento é, sobretudo, para os mais rústicos e que amam reinventar seus conceitos. Um trekking de 4 dias e 3 noites rumo à cidade perdida Machu Picchu. Esta trilha é a mais famosa e precisa ser reservada com pelo menos 6 meses de antecedência. Seu custo, US$600 (seiscentos dólares), é um pouco mais elevado porque a agência que você contratar ficará responsável para enviar pessoas para carregarem os materiais para o acampamento, fazer a comida e demais extras que você decidir contratar.

A trilha conta com 3 acampamentos. Um para cada noite. E caso necessário, há um extra.

O que tem nestes acampamentos:

  • Chuveiro;
  • Comida;
  • Banheiro;
  • Segurança (vigiado por guardas).

O que não tem:

  • Energia;
  • Sinal de operadora;
  • Internet (consequentemente).

O trajeto é muito seguro e protegido pelo Estado peruano. Ou seja, não pode ser feito sem a prévia contratação de um pacote de turismo.  Saiba mais como funciona os campings para Machu Picchu aqui.

Mas caso não consiga ter o privilégio de fazer esta trilha, há outras trilhas menos famosas que não precisam ser reservadas com antecedência e que podem ser feitas sem agências de turismo.

Estas são outras caminhadas em Cusco que levam à cidade inca Machu Picchu:

Caminhada Salkantay: 5 dias, caminhada Lares: 4 dias e caminhada Huchuy Qosqo: 3 dias.

Desconecte-se do mundo e descubra mais da cultura Inca.

Parque Nacional de Huascarán

Nevado Huascarán ou apenas Huascarán é uma montanha que faz parte da Cordilheira Branca, que por sua vez, é uma das Cordilheiras dos Andes. Outro detalhe interessante é que este parque, que faz parte do departamento Ancash, foi um dos primeiros a ser protegido no Peru. E para alguns que já foram acampar no Peru, é mais surpreendente que a famosa Machu Picchu.

Dentro e ao redor do parque há diversos sítios arqueológicos que revelam detalhes da herança cultural de diferentes povos. Há pelo menos 33 sítios e você deveria ver alguns deles.  

A diversidade de vida lá também é um grande atrativo. Dependendo de onde acampar, você terá a sorte de ver alpacas, lhamas, gatos andinos e uma sorte de animais que você só verá naquela região andina.

As alpacas são animais nativos da Cordilheira dos Andes

O que fazer  

Para chegar ao parque você pode começar pela cidade Huarán, que é o ponto de partida de muitos tours. E quem vai de carro próprio pode, igualmente, iniciar por lá. É um longo caminho até o parque, então o recomendado é fazer algumas paradas e aproveitar a vista do lugar. Inegavelmente, o Peru é um colírio para os olhos dos campistas.

Além disso, a estrada não é das melhores, portanto, algumas paradas serão necessárias. 

Onde acampar

O objetivo geral de países protegerem reservas e parques é para evitar que os visitantes causem danos ao ecossistema dos mesmos. Dessa forma, não é permitido acampar em qualquer lugar. Procure pela zona de recreação Yuraccorral e ajude o Ministerio del Ambiente a manter o Parque Huascarán um lugar limpo e seguro para todo tipo de vida local.

Laguna Parón

A Laguna Parón fica a penas 30 km do povoado de Caraz. Assim, para quem faz caravanismo e quer ir direto, é bem melhor iniciar por lá. Mas se quiser seguir a rota dos tours feitos a partir de Huaraz, cidade que está a 100km da lagoa, também é possível. Esta segunda opção, na verdade, é a mais seguida.  

Ainda no parque, outra lagoa que muitos gostam de conhecer é a Laguna 69 (sesentinueve). Entretanto, ao todo são mais de 40 lagoas espalhadas pelo parque.

Cusco

Esta cidade que mistura a cultura Inca com a Espanhola é a base para visitar alguns dos lugares mais famosos do Peru. E certamente, você vai amar conhecer. Visite a Montanha das Sete Cores, a Laguna Humantay, o Choquequirao, o Valle Sagrado e o Vale de la Luna.

A Montanha das sete cores também é conhecida como Montanha Arco-íris

Cusco fica no alto da Cordilheira dos Andes. A cidade tem muitos museus e está cercada por ruínas centenárias, como a fortaleza de Sacsayhuaman. Além disso, Cusco também é a porta de entrada para o Vale Sagrado, um lugar cheio de ruínas incas.

O camping Quinta Lala é considerado o melhor camping de Cusco e talvez de todo o país. Lá tem espaço suficiente para estacionar seu trailer em uma grama verdinha. E para você, tem água quentinha e um ambiente organizado e limpo. Além disso, a recepção é agradável e te fazem sentir em casa.

Reserva Nacional Paracas

Esta reserva é a mistura de deserto e mar. Ou seja, a combinação perfeita para quem quer conhecer o mundo de um jeito diferente. Ademais, há rastros arqueológicos da cultura Paracas espalhados por toda a reserva. De fato, há mais de 100 sítios arqueológicos apenas dentro de Paracas.

O que fazer

Acampar dentro da reserva é bem tranquilo e há vários lugares para acampar gratuitamente. Contudo, não há muita estrutura. Uma outra opção de camping com maior infraestrutura é um local em frente ao mar, que apesar de não ter nome, pode ser facilmente encontrado se pedir dicas a quem está na área.

A principal atração do parque é o passeio pelas Ilhas Ballestas, onde você pode observar leões marinhos e pinguins. Há uma enorme quantidade de aves, inclusive flamingos, que podem ser vistos de um dos mirantes da reserva.

E por fim, ainda no clima do deserto, que tal conhecer um oásis? O oásis de Huacachina é, de fato, um oásis no deserto. A vila peruana Huacachina foi construída ao redor do oásis e além de apreciar a beleza do lugar, também é possível fazer trekking pelas dunas, sandboarding e muito mais. 

Para descansar à noite há um par de ecocamps organizados com terraço, piscina, wi-fi e alguns outros benefícios. Assim como outros destinos, o recomendado é reservar com antecedência.

Enfim, este são alguns dos lugares que quem deseja acampar no Peru deveria conhecer. Quando passar por alguns deles, marque-nos nas redes sociais e deixe-nos saber que estamos te ajudando a descobrir seu lugar no mundo. 

Até a próxima jornada, amigos campistas.